Curiosidades

[Curiosidades][grids]

Internet

[Internet][grids]

Politica

[Politica][grids]

Tecnologia

[Tecnologia][grids]

Saúde

[Saúde][grids]

Astronomia

[Astronomia][grids]

Beleza

[Beleza][grids]

Ciência

[Ciência][grids]

O que a TV não mostrou sobre o atentado de 11 de setembro?

A maioria das pessoas se lembra exatamente o que estava fazendo no exato momento em que as torres gêmeas apareceram em chamas nas televisões do mundo todo. Mas mesmo depois de tanto tempo ter se passado após os atentados mais famosos e chocantes da história, muitas perguntas ainda permanecem sem resposta sobre o fatídico 11 de setembro.



Ressaltamos que os fatos, perguntas e especulações apresentados a seguir caracterizam afirmações, possibilidades e incoerências apontados por especialistas de várias áreas pelo mundo afora, que foram amplamente divulgados por diversos meios de comunicação , e não necessariamente representam a opinião dos editores do nosso site.

Cia, NSA e o FBI não sabiam dos ataques?


Um mês antes dos atentados de 11 de setembro, a CIA já teria alertado o governo Bush sobre os riscos de ataques terroristas, citando especificamente a Al Qaeda e Osama Bin Laden. A identificação rápida dos terroristas logo depois dos atentados mostrou que havia informações sobre a maioria dos ataques. Mais tarde veio a tona que uma escola de pilotagem no Minnesota havia denunciado algumas atitudes estranhas de um de seus alunos (o terrorista Zacarias Moussaoui), que queria apenas aprender a pilotar um avião e não se interessava nos momentos da decolagem e do pouso.

Quando o presidente Bush soube dos atentados.


A expressão indecifrável do presidente George W. Bush ao saber dos atentados é intrigante. Mais intrigante ainda é o fato do Serviço Secreto (a segurança presidencial) não ter se preocupado em retirá-lo rapidamente da escola que ele estava visitando naquele momento para protegê-lo em um bunker.

Em uma situação onde aviões estão sendo usados como mísseis para destruir edifícios por todo o país, a primeira prioridade seria proteger o presidente que estava exposto, mas não foi isso o que aconteceu. Pior ainda foram suas declarações posteriores ao acidente, que foram interpretadas por muita gente como tentativas de fazer piadas sobre os terríveis atentados terroristas. Conforme revelado no vídeo acima, ele afirma que ao ver os aviões colidindo com as torres pela TV, (antes de entrar na sala de aula onde estava no momento dos atentados) pensou "esse é um piloto terrível!"... Teorias conspiratórias afirmam que a única explicação para a apatia do presidente e de sua segurança diante de fatos tão graves, seria o fato deles saberem previamente sobre os atentados, tendo a certeza sobre quais locais seriam atacados, e sabendo que a escola onde o presidente estava não corria nenhum risco.

Manobras aéreas impossíveis.


Vários especialistas e pilotos profissionais afirmam que manobrar um avião grande a 850 Km/h no nível do mar, e tentar fazê-lo acertar qualquer prédio é quase impossível.

Só um verdadeiro piloto prodígio da aviação poderia conseguir de fato fazer isso, e mesmo assim teria pouquíssimas chances de acertar a manobra e o alvo. Outras teorias ainda mais conspiratórias falam de partes estranhas que foram identificadas na parte de baixo dos aviões que atingiram as torres, e até colocam em cheque a veracidade das informações sobre as aeronaves que efetivamente causaram a tragédia, conforme o vídeo acima explica.

Terrorista não sabia pilotar um "teco-teco".


O terrorista saudita Hani Hanjour (apontado pelo governo americano como o responsável oficial pelo ataque ao Pentágono) , apenas 1 mês antes dos atentados foi impedido de alugar Cessna 172 (o famoso "teco-teco") porquê não conseguia nem decolar essa pequena aeronave. Como ele teria conseguido acertar o Pentágono com um avião grande como o Boeing 757?

Aviões poderiam derrubar as Torres gêmeas?


Muitos especialistas em arquitetura e construção afirmam que aviões não poderiam ter derrubado as torres daquela maneira por várias razões. A primeira seria que o querosene (que é o combustível dos aviões) não queima em temperaturas altas o suficiente para comprometerem a estrutura de aço dos prédios.





Mesmo que situações atípicas favorecessem o enfraquecimento do metal, segundo vários especialistas, seria mais coerente se as torres tivessem só os andares superiores destruídos, restando a maior parte dos andares inferiores quase intactos.

Fonte: Curto e Curioso

Nenhum comentário: