Curiosidades

[Curiosidades][grids]

Internet

[Internet][grids]

Politica

[Politica][grids]

Tecnologia

[Tecnologia][grids]

Saúde

[Saúde][grids]

Astronomia

[Astronomia][grids]

Beleza

[Beleza][grids]

Ciência

[Ciência][grids]

Safadão doa R$ 575 mil após polêmica com seu cachê



Justiça questionou cachê de R$ 575 mil e chegou a suspender show do cantor. Artista se apresentou para mais de 100 mil no sábado (25) no São João 2016.

Após a Justiça questionar o cachê de R$ 575 mil no São João 2016 de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o cantor Wesley Safadão disse que vai doar o dinheiro para instituições de caridade do município. Ele falou neste sábado (25) que "o dinheiro de Caruaru voltará para Caruaru" e que tocaria na cidade "até de graça". Uma ação popular impetrada por advogados pediu o cancelamento do show, alegando suspeita de superfaturamento no cachê do artista. 



Pátio de Eventos Luiz Gonzaga ficou lotado neste sábado (25) em Caruaru (Foto: Divulgação/Ederson Lima - Assessoria)

No dia 22 de junho, o juiz José Fernando Santos de Souza deferiu uma liminar para suspender o show de Wesley Safadão. A decisão foi tomada após três advogados do município entrarem com uma ação popular para pedir o cancelamento do show. No mesmo dia, o desembargador José Viana Ulisses acatou o pedido da Prefeitura de Caruaru e decidiu que a apresentação deveria ser realizada.



O Ministério Público Federal (MPE) chegou a questionar a diferença dos preços dos cachês cobrados em Caruaru e Campina Grande. Na Capital do Forró, o valor é de R$ 575 mil, já na cidade paraibana seria de R$ 195 mil - valor confirmado pela prefeitura de Campina e negado pela empresa que cuida dos shows do artista.


O show aconteceu na madrugada deste domingo, 26, no espaço São João de Caruaru, quando o cantor se manifestou perante o ocorrido. “Se o problema é dinheiro pode espalhar aí que o meu cachê está voltando para Caruaru para ajudar a quem realmente precisa. Em Caruaru eu toco até de graça o que eu não quero é ficar de fora dessa festa”, disse o cantor.


Safadão ainda disse que várias pessoas o atacaram nas redes sociais dizendo que ele estaria tirando verbas da cidade com o valor alto cobrado em cachê. Wesley disse então que o atual problema do país é culpa do governo e concluiu dizendo que não iria aceitar o cachê porque ama o que faz e que Deus já o abençoou lhe dando o dom de cantar.



Nenhum comentário: